💬 Whatsapp 11-98833-9096
📞 11-2068-6869 / 11-5083-3828
🏡 Av Indianópolis, 1906 - Moema
2ª a 6ª: 9h às 18:30h
Sáb: 10h às 15:30h

spot

O que é mito e o que é verdade, quando falamos de gesso e iluminação?

Todos os dias quando conversamos com nossos clientes, recebemos o mais diversos tipos de questionamentos a respeito do nosso trabalho e dos materiais utilizados na execução dos projetos, e por conta disso, percebemos que existem alguns mitos que assombram o ramo de gesso e iluminação, vamos entender um pouco sobre isso?


“Me disseram que a lâmpada dicroica vai transformar minha casa em um forno.”

lampada-dicroica

Não é bem assim, a dicroica passou por uma evolução, e atualmente não é uma lâmpada que cause extremo calor, não podemos negar que emite sim ondas de calor, mas nada comparado a primeira geração dessas lâmpadas. Uma alternativa é o LED, mas não existe LED igual a dicroica (ainda).


“Ouvi dizer que LED é a melhor opção para iluminação da atualidade.”

Esse é um modelo de lâmpada de LED, do tipo COB, a que utilizamos atualmente!

Esse é um modelo de lâmpada de LED, do tipo COB, a que utilizamos atualmente!

Depende, existem diversos tipos de LED, mas por se tratar de uma novidade no mercado de iluminação residencial, o efeito que ela proporciona ainda deixa a desejar em alguns aspectos, mas projetando corretamente, com certeza teremos uma iluminação bonita e agradável. E para projetar e usar o LED com eficácia, já sabe onde ir né? Sim, pensou certo se disse todaCASA!


“Eu vi numa foto e gostei de uma sanca, mas disseram que não se usa mais. Por que?”

Acima, forro de gesso, com iluminação embutida. Abaixo, sanca aberta.

Acima, forro de gesso, com iluminação embutida. Abaixo, sanca aberta.

Vamos lá, a sanca foi sucesso há alguns anos atrás, mas os profissionais foram se aperfeiçoando e identificando algumas falhas e desvantagens que a sanca acarretava, um deles é evidenciar todos os possíveis defeitos da laje, defeitos esses que normalmente não são possíveis de corrigir, então uma sanca com iluminação certamente pode não trazer a beleza que se espera. Outro fator, é que normalmente buscamos soluções para criar sensação de amplitude, e a sanca faz justamente o contrário, então, melhor deixar a sanca na década passada não é?


“Achei muito legal essa iluminação na lateral, quero fazer em toda a volta, pode?”

Olha como a iluminação fica bonita na cortina!

Olha como a iluminação fica bonita na cortina!

Bom, a iluminação indireta é recomendada para determinados pontos, na cortina é uma ótima utilização, pois o tecido absorve e irradia a luminosidade, e nas paredes o efeito acaba não sendo o melhor, pois empobrece o destaque que os spots proporcionam.


“Quero fazer meu forro em drywall pois me falaram que é muito melhor.”

5.jpg

Drywall é um produto excelente, assim como a placa, os dois atendem muito bem o que é proposto, o que os diferencia é o momento em que vai ser feito, ou algumas limitações que forem identificadas. Quanto a acabamento, o pintor certamente terá um pouco mais de trabalho no momento de tratar o drywall, mas no quesito durabilidade os dois materiais são iguais!


“Eu quero regular a intensidade da iluminação usando aquele dimmer, é possível?”

dimmer

Sim! É possível, pois é um recurso muito simples, que é somente um sistema acoplado ao interruptor, mas vale repensar a utilização de dimmer, pois uma vez com a iluminação projetada, nós temos todo o cuidado de separar, para que você consiga criar diversos cenários. Outro fator que está fazendo o dimmer cair em desuso, é o fato de que a tecnologia LED não funciona bem com esse recurso.

Existem muitos outros mitos e verdades a respeito de gesso e iluminação, e muitas novidades surgem todos os dias, principalmente na iluminação, e nós da todaCASA, estamos sempre de olho em tudo que o mercado apresenta, pra trazer sempre o que há de melhor para sua casa!

Tem alguma dúvida? Vem conversar com a gente! Será um prazer atende-lo!!

 

Leds como Iluminação Residencial

Vemos em todos os cantos, em mídias, especializadas ou não, a utilização de leds como suposto substituto imediato de todas as lâmpadas.

O led nada mais é que uma nova plataforma de dispersão luminosa.

Enquanto as incandescestes (dicroicas, halógenas e semelhantes) possuem um filamento de tungstênio, que aquecendo, emitem luz, e as fluorescentes (eletrônicas e tubulares), possuem uma combinação de gás e fósforo para emitir luz através da passagem da corrente elétrica, os leds por sua vez, projetam a luz através dos diodos, pequenos componentes à base de silício, funcionando de forma semelhante a uma placa de computador.

Os grandes benefícios do led, são dois: o baixo consumo de energia, chegando a ser até vinte vezes mais econômicas do que as incandescentes, e uma grande durabilidade, chegando a ter uma duração de até vinte mil horas ligada. Porém, o led carece de pouca potência luminosa, chegando a certos produtos a ter até um terço de brilho de seus correspondentes tradicionais. E, além disso, não é um produto barato, comparado a um mercado onde é possível comprar uma lâmpada de decoração convencional por cinco reais. Existem muitos produtos no mercado em led, que possuem uma quantidade de lumens excessivamente baixa, por preços mais acessíveis, e produtos com uma ótima potência em luz, porém mais caros. Em tempos de sustentabilidade, o led é um produto mais ecologicamente correto do que nunca, pois é mais econômico que a fluorescente em seu consumo, mas não tem componentes de mercúrio, presente nas mesmas.

Que tal esse Led no rodapé do seu armário? Para tomar uma água, não precisa ligar a iluminação do gesso, apenas a fita de led que não agride os olhos nem ofusca.

Que tal esse Led no rodapé do seu armário? Para tomar uma água, não precisa ligar a iluminação do gesso, apenas a fita de led que não agride os olhos nem ofusca.